Cache - O Que É, Para Que Serve e Como Funciona

Neste artigo de nosso Curso de Redes de Computadores, iremos aprender sobre um dispositivo chamado cache, que emprega uma importantíssima funcionalidade nas redes.

É óbvio afirmar que a Internet é o que é hoje por conta do cache.
Sem ele teríamos sérios problemas.

Cache em Redes - O Que É e Para Que Serve


Vamos imaginar uma mesma situação, sob o ponto de vista do cliente e do servidor.

A primeira situação é um site que você visita com frequência (todo dia ou até várias vezes ao dia), como o site da Globo.com ou UOL.

Já reparou no símbolo deles? Na figura com o nome do portal?
É o mesmo há anos, não? As imagens na tela de login do Facebook também.

Ou seja, toda vez que você acessa esses sites, seu browser faz um pedido desses objetos para exibir para você. E sua conexão vai esperando, sempre, receber a mesma coisa, vários objetos que já tinha recebido antes...

Agora vamos imaginar a situação do servidor, que vai mostrar o logotipo da UOL ou Globo para 10 mil pessoas ao mesmo tempo, várias vezes ao dia, e banda do servidor vai sendo usada para fornecer a mesma coisa para muitas pessoas...

O cache serve pra resolver ambos problemas.
No último caso, o cache Web (ou servidor proxy) será um sistema de armazenamento que tem como função enviar determinado tipo de conteúdo (objeto), que solicitam muito, para os clientes que vão solicitar aqueles objetos.

Há também o cache de disco.
Ou seja, vários objetos ficam armazenados em seu computador.

Por exemplo, ao entrar no site da Globo, antes de solicitar pacotes do servidor, seu browser verifica se no cache de disco não há informações sobre o logotipo da Globo, e caso exista, ele já exibe esses dados. Obviamente, pegar objetos de sua máquina é MUITO mais rápido que solicitar esses pacotes de um servidor.


Cache em Redes - Como Funciona


Quando seu browser vai acessar um site, em vez dele pedir os objetos diretamente para o servidor, ele primeiro cria uma conexão do tipo TCP com o cache Web para saber se ele possui esses objetos.
Se forem objetos que são muito exibidos e solicitados, certamente o cache vai ter e irá enviar para seu browser, 'poupando' o servidor de ficar sempre mandando a mesma coisa para vários clientes.

Porém, caso o cache não possua as informações solicitadas, aí sim ele vai ter que solicitar diretamente para o servidor aqueles objetos. Em seguida, esses 'novos' objetos serão armazenados também no cache Web.

Cache em Redes - Vantagens


Há diversas vantagens em se usar o cache em Redes.

Primeiro, o cliente será mais rapidamente atendido, pois a conexão com o cache Web com seu browser geralmente é melhor (maior banda e menor congestionamento).

Também é de enorme vantagem para o servidor o uso de cache, pois ele não vai precisar ficar mandando sempre os mesmos pacotes, várias vezes, para o mesmo cliente.

Devido a essa conexão direta entre cliente e cache Web ou cache local, os enlaces da rede estarão mais livres, ocorrendo assim menos congestionamento, lentidão e atrasos na entrega de pacotes, caso se use cache.

Um comentário:

  1. Muito boa postagem, extremamente completa e esclarecedora. Eu havia lido um outro artigo que achei muito bom também, portanto deixarei aqui para quem possa interessar. https://www.weblink.com.br/blog/hospedagem-de-sites/o-que-e-cache-de-internet/

    ResponderExcluir